Leia na íntegra



Voltar para o Blog

Novos empreendedores: franquia ou empresa própria, como decidir?

Novos empreendedores: franquia ou empresa própria, como decidir?

Você pretende empreender, mas não sabe se é melhor investir em franquia ou empresa própria? Leia o artigo abaixo, assim será possível esclarecer algumas dúvidas com as vantagens e desvantagens de cada modalidade.

Sucesso é independente

O sucesso pode vir de ambas as formas, não importa se o empreendedor investiu em franchising ou marca própria. Porém, alguns fatores devem ser levados em consideração antes da tomada de decisão, como o perfil do profissional e seus objetivos. A partir de agora, esses quesitos serão explorados, em ambas as situações.

Liberdade de mudanças

Quando um empreendedor adquire uma franquia, ele não pode fazer mudanças ou ajustes nos produtos ou serviços, caso necessário, pois isso é decisão do franqueador. Porém, o franqueado já recebe o negócio sólido, com os itens testados e consolidados no mercado, vindos de uma organização de sucesso. Por isso, talvez as trocas não sejam requisitadas.

Custos

Os custos costumam ser maiores quando se opta por empresa própria, mas há total controle de investimento. Se for preciso, cortes ou adiamentos podem ser a solução, além da paralisação de projetos ou campanhas.

Isso não é possível quando se adquire um negócio franqueado, que, apesar de iniciar com menos capital, tem obrigações com o dono da empresa (pagamento de royalties, renovação de calendário, etc.).

Reconhecimento da marca

Como citamos anteriormente, quando alguém adquire uma franquia, a marca já está consolidada no mercado, ao contrário de uma empresa própria. Contudo, é preciso ter em mente que há publicidade negativa, ou seja, se houve reclamação de um franqueado em determinada cidade, há risco de todos os outros serem contaminados, já que a marca é a mesma.

Escolha de novatos

Quando um empreendedor se aventura no mercado pela primeira vez, geralmente ele opta por franquia. Isto acontece porque os franqueadores oferecem sistema de negócios, suporte corporativo, rede de fornecedores, entre outras vantagens.

Em uma empresa própria, o investidor precisa trabalhar sozinho na busca de parceiros. Acontece que eles têm total controle nas suas escolhas, algo que não acontece em negócios franqueados.

Expansão do negócio

Há limitações ao adquirir uma franqueada, pois você é apenas o gerente de uma unidade, não seu real proprietário. Porém, se você iniciou uma marca própria, o céu é o seu limite. Quem sabe sua empresa não se torna uma rede de franchising no futuro, com recebimentos mensais de royalties?

Avaliação do potencial

Por todos esses motivos, tanto empresas próprias quanto franquias podem gerar sucesso aos seus empreendedores. É preciso avaliar o potencial de cada modalidade e trabalhar estratégias para alcançar méritos, fazendo muita pesquisa para atingir os resultados desejados.

Se você ainda não conseguiu se decidir sobre o melhor negócio, responda a algumas perguntas:

  • Estou apto a deixar controle das decisões de minha empresa nas mãos de outra pessoa?
  • Sinto-me mais seguro ao participar de uma organização maior, estável, consolidada, que oferece vantagens aos associados, porém apresenta limitações?

Respondidos os questionamentos, sua decisão de empreender ficará mais fácil, com os prós e contras devidamente relacionados. Qual é a sua escolha: franquia ou empresa própria?


Espalhe por aí ...



Voltar para o Blog


Tags do site