Leia na íntegra



Voltar para o Blog

Erros frequentes ao publicar um e-commerce

Erros frequentes ao publicar um e-commerce

A maneira de vender e comprar mudou. Os novos consumidores estão muito mais informados e com mais certezas do que antigamente. Nos comércios virtuais, então, essas diferenças são potencializadas. Quem escolhe comprar online espera um serviço ágil, personalizado e sem burocracias. Para atingir o público de uma forma certeira é preciso, então, fugir dos erros que levam o cliente a sair do seu site e escolher outra loja virtual. Conheça abaixo algumas práticas nada interessantes para o seu e-commerce, mas que ainda assim continuam aparecendo internet afora:

Não ter um nicho definido

Sim, a internet pode te oferecer muitos clientes que esperam encontrar diversos produtos. Ao mesmo tempo, grandes corporações varejistas controlam a maior parte das compras desses clientes. Para um e-commerce iniciante, a melhor maneira de garantir clientes (e lucros!) é especializar-se em um nicho de mercado e focar nesses clientes. A concorrência diminui e a chance de perder leads é menor.

Ter um design confuso

Quantas vezes você saiu de um site logo depois de ter acessado-o, simplesmente porque ele era confuso demais para seguir em frente? No caso do e-commerce, ter um design limpo e claro é essencial para a utilização e também para a confiança dos seus clientes.

Dificultar a navegação

Os clientes podem ser divididos, basicamente, em dois grupos: aqueles que sabem exatamente o que querem comprar e aqueles que estão escolhendo de acordo com o que é mostrado a eles. O seu e-commerce deve ser programado para atender esses dois estilos de demanda. Torne a navegação rápida para quem está indo em busca de um produto específico; ao mesmo tempo, mostre opções similares a quem ainda não tem certeza do que quer.

Não detalhar os produtos

Nas primeiras vezes em que alguém faz uma compra pela internet, a sensação pode ser de desconfiança e insegurança por não estar com o produto físico em mãos. Não detalhar ao máximo o produto pode fazer com que o cliente simplesmente desista de comprar em seu e-commerce por não conseguir superar a desconfiança.

Não oferecer muitas opções de pagamento

Limitar a experiência de compra do cliente nunca é um bom caminho. Ative todas as opções de compra (boleto, transferência, cartão de crédito – inclusive com parcelamento). Existem plataformas hoje que proporcionam todas opções centralizadas, como o Pagseguro, por exemplo.

Não investir em marketing

Muitos empreendedores de e-commerce acreditam que é só comprar seu domínio e hospedagem, cadastrar os produtos e esperar as vendas começarem. Ledo engano. É mais do que necessário investir em marketing, SEO e qualquer outra técnica para colocar a sua loja virtual em evidência na web, como e-mail marketing e presença nas redes sociais.

Pecar no atendimento ao cliente

Uma das maiores reclamações dos clientes – tanto nos segmentos online quanto nos segmentos offline – é o mau atendimento da equipe. Na internet, principalmente, é sempre necessário lembrar que quem realiza a compra é uma pessoa que merece atenção e atendimento respeitoso. Não deixe de investir em canais de comunicação fáceis de serem localizados e, principalmente, utilizados: chat, telefone, e-mail, Skype, etc. E, claro, tenha atendentes treinados e empáticos.

Precisa de uma consultoria para seu e-commerce?

A Agência de Marketing Finalité possui uma equipe especializada para atender o projeto do seu site de vendas. Planejamento, desenvolvimento e implementação de e-Commerces.

Finalité – produtividade em Marketing

www.finalite.com.br

finalite@finalite.com.br

(11) 2814-9295 (Fixo)

(11) 9.8114-9826 (TIM)


Espalhe por aí ...



Voltar para o Blog


Tags do site