Leia na íntegra



Voltar para o Blog

Dicas para estruturar o roteiro de um vídeo institucional

Dicas para estruturar o roteiro de um vídeo institucional

Fazer um vídeo institucional não é difícil, mas requer atenção para que os resultados esperados sejam obtidos. Confira nossas dicas de estruturação do roteiro.

Comece pelo briefing

O primeiro passo da criação de um vídeo é o briefing, ou seja, a expressão do desejo e as pretensões com o produto final. Aponte os resultados esperados e os motivos que levaram à elaboração do vídeo institucional.

Para facilitar essa etapa, tenha o briefing como um problema que precisa ser resolvido, ou uma operação que pode ser mais bem desempenhada. Apresente a dificuldade e o que pode acontecer a partir daí.

De posse dessas informações, é possível desenvolver formatos que provavelmente trarão bons resultados, com lucro compatível. Isto é, muito maior do que o valor despendido para sua produção. 

Definição da mensagem

As informações obtidas no briefing são essenciais para estruturar o vídeo institucional, já que elas mostram os propósitos, o público-alvo e os conteúdos essenciais. Agora é hora de definir a forma como a mensagem será passada, isto é, a duração do clipe, a melhor linguagem, as palavras-chave, etc.

Encontre a mensagem principal

Após definir a ideia, é importante encontrar a mensagem principal, ou seja, o que deve ficar na mente do espectador após ele assistir ao vídeo. Pode ser um slogan, o valor da marca, um conceito, uma chamada para ação, enfim, é a parte fácil do clipe, que tornará a mensagem marcante.

Promova engajamento

Os primeiros segundos de um vídeo são essenciais para que o público continue assistindo. Então, é preciso ter estratégia ao estruturar um vídeo institucional, para aguçar a audiência, promovendo engajamento e despertar a sua curiosidade sobre o produto ou serviço apresentado.

Isso pode ser feito por palavras, imagens, sons, até pelo tom certo de voz do interlocutor. É preciso deslumbrar e emocionar o usuário.

Crie uma chamada para açãoTambém é preciso informar, agora nos primeiros trinta segundos de vídeo, a mensagem principal, para que ele foi criado. Contudo, a chamada para ação (ou call to action) só deve aparecer no final.

Ela não é obrigatória, mas é interessante, porque está associada ao cumprimento de objetivos específicos, como curtir, comentar, compartilhar, ligar, enviar mensagem, pedir mais informações, comprar, clicar, entre outros.

Colocar a chamada para ação na estruturação de um vídeo institucional é recomendável porque norteia a atitude que o usuário poderá fazer após o término do clipe.

Apresente para aprovação

É interessante que mais de uma pessoa seja responsável pelo roteiro do vídeo, pois as opiniões são valiosas. Então, após a sua finalização provisória, apresente-o para aprovação de outras pessoas de sua equipe, por exemplo, para que elas possam contribuir no processo.

É hora de filmar!

Tomados todos os passos na estruturação deum vídeo institucional, é hora de começar as filmagens. Preze a qualidade em todas as etapas, pois ela é imprescindível, e tenha bons equipamentos e programas para elaboração e edição dos clipes.

Terminado o vídeo, é o momento de compartilhá-lo em suas redes sociais, no blog e em todas as estratégias de marketing. E colher os resultados positivos. 


Espalhe por aí ...



Voltar para o Blog


Tags do site