Leia na íntegra



Voltar para o Blog

5 setores resistentes à crise que são boas oportunidades para empreender

5 setores resistentes à crise que são boas oportunidades para   empreender

A situação financeira pela qual o país está passando pode deixar receosas algumas pessoas que querem abrir um negócio próprio. Porém, existem áreas que não sentiram os efeitos, são setores resistentes à crise, portanto apresentam boas oportunidades para empreender. Conheça-os.

Pet shop

Na contramão da crise, o mercado de pet shops apresentou crescimento no Brasil nos últimos anos. Os serviços variados, como banho, tosa, brinquedos e acessórios, apresentaram aumento de 7,8% em 2015.

Com isso, o segmento movimentou 18 bilhões da economia, já que, naquele ano, os brasileiros tinham mais de 130 milhões de animais de estimação.

Brechós físicos ou online

 O segundo dos setores resistentes à crise são os brechós, tanto físicos quanto online. Já que o conselho dos especialistas é economizar, mas a população gosta de se vestir bem e não quer abrir mão desse luxo, a opção foi se voltar para locais de venda de peças de grifes, a maioria usadas, mas algumas ainda com etiqueta.

A vantagem é conseguir roupas e acessórios com desconto de até 70%, aumentando consideravelmente a economia: 210% em cinco anos.

Beleza

Como o brasileiro é vaidoso com sua aparência, não é de se espantar que o segmento de beleza seja outro resistente à crise. E mais: além de não sofrer os efeitos da situação econômica, também apresentou crescimento: 7,5% em 2015.

Os resultados positivos, em sua maioria, são graças às mulheres, que optam por marcas mais baratas, mas não deixam de usar seus produtos de beleza. Por esse motivo, o faturamento do setor movimentou 42 milhões. Porém, a tendência é mudar, já que o setor de produtos masculinos aumentou 100% nos últimos dois anos.

Estética

No mesmo caminho está o nicho de estética, que se apresenta como um dos mais promissores para empreendimento. É um setor resistente à crise, que está a todo vapor no Brasil.

Prova disso é que nosso país é o terceiro no mercado mundial da beleza, com crescimento de 11% e faturamento de mais de 100 bilhões nos últimos dois anos. E mais: a mortalidade de empresas que empreender nesse setor é de apenas 3,7% (dos outros é de 25%).

Comida saudável

Já que o brasileiro está cuidando mais de sua aparência e bem-estar, o setor de comida saudável também não poderia estar em queda, ele reflete a preocupação com seu corpo. A confirmação vem dessa constatação: somos o quinto país no setor de alimentos e comidas saudáveis.

É um segmento resistente à crise porque nossa população está mais atenta ao estilo de vida com saúde, procurando por alimentos sem gordura, orgânicos e naturais. A cada cinco brasileiros, quatro preferem gastar mais para adquirir um produto saudável. O resultado disso? Um volume de vendas, em 2015, no valor de 27,5 milhões de dólares, crescimento de 20%.

Você é o responsável

Porém, é importante ressaltar que você não precisa necessariamente empreender nesses setores resistentes à crise. São áreas que apresentaram crescimentos nos últimos anos e não sofreram os efeitos da economia, mas, com planejamento e capacitações, qualquer negócio pode ter sucesso. Depende de você.


Espalhe por aí ...



Voltar para o Blog


Tags do site